David Cameron Biografia, Vida, Fatos Interessantes - Setembro 2020

Político

Aniversário :

9 de outubro de 1966

Local de nascimento:

Londres, Reino Unido



Signo do zodíaco :

Libra



Zodíaco chinês :

Cavalo



Elemento Nascimento:

Fogo


Vida pregressa

David CameronA vida da família envolvia ser filho de Ian Donald Cameron, que seguiu a carreira de corretor da bolsa. Seu pai, inclinado a negócios, Ian Donald faleceu em 8 de setembro de 2010. Cameron era o filho mais novo de Ian Donald e Mary Fleur.



Londres era o local de nascimento de Cameron e sua data de nascimento era 9 de outubro de 1966. David se destacou academicamente e permaneceu no topo de sua classe. Cameron estudou na Escola Preparatória Heatherdown e na Escola Winkfield em Berkshire. A Escola Winkfield, em particular, era a escola que era frequentada pela realeza britânica - a saber, o príncipe Andrew e o príncipe Edward.

Sua história acadêmica inclui cursar a Eton College em Berkshire. Sua escolha no Colégio de Eton mostrou que a maçã não cai longe da árvore. A Faculdade de Eton era a faculdade que o pai e o irmão mais velho de David frequentavam. Cameron gostava de artes e apesar de um histórico acadêmico comprovado e significativo; ele foi vítima de dependência de drogas. Antes de tomar seus O-Levels, Cameron foi considerado culpado de fumar maconha.

O fato de Davi ter confessado fumar o levou a ser multado. Ele foi considerado inocente por não ter um papel na venda de drogas e, portanto, não enfrentou expulsão. Ele suportou uma punição estrita que implicava ser fundamentada. Ele também sofreu uma punição 'georgiana' - ele teve que escrever um texto latino adicional.

Independentemente do revés do vício em maconha que ele enfrentou, David Cameron obteve sucesso em 12 níveis O. O sucesso o levou a estudar mais três níveis A em História da arte, história e economia com política. Seus resultados foram notáveis ​​quando ele conseguiu marcar três A's.






O Ano sabático e o testemunho

David Cameron teve a sorte de ter se destacado depois de concluir seu exame na Universidade de Oxford. A conclusão dos seus níveis A no Eton College levou-o a optar por tirar um ano de folga nos estudos. Seu ano sabático durou nove meses e, nesse período, ele se manteve ocupado contribuindo com pesquisas para Tim Rathbone. Junto com isso, três meses após o seu ano sabático, ele participou dos debates na Câmara dos Comuns.

A firme posição comercial de seu pai lhe permitiu conseguir um emprego em Hong Kong. Durante seus três meses em Hong Kong, ele trabalhou em um posto administrativo para Jardine Matheson.

Suas viagens para e de Hong Kong o levaram a ser abordado por dois homens russos de língua inglesa na União Soviética. Essa interação com os russos havia sido vista como uma tentativa deliberada da KGB de fazê-lo trabalhar para eles.

O ano sabático terminou com David optando por continuar seus estudos na Universidade Brasenose. Seu diploma preferido pelo qual estudou em Oxford foi o Bacharelado em Artes. E implicar a exposição a assuntos como filosofia, política e economia fazia parte da barganha.

Cameron provou ter obtido um feedback muito positivo de seus tutores e professores durante seus estudos em Brasenose. Um desses professores, chamado Vernon Bogdanor, fez comentários positivos sobre Cameron. Ele disse que David foi sem dúvida um dos mais receptivos e excelentes dentre todos os que havia ensinado.

A notabilidade de seus empreendimentos acadêmicos e sua referência como estudante não param com as palavras de Bogdanor. Guy Spier, que acompanhou Cameron aos seus tutoriais, mencionou que ele era um aluno notável.

Aclamação Antecipada

O diploma de bacharel em artes de David não foi sua parada final. De fato, David Cameron completou um diploma de honra no ano de 1988. Depois de obter essa honra, ele se tornou parte do Departamento de Pesquisa Conservadora, prestando sua assistência consultiva a Norman Lamont e a Michael Howard.

Sua descrição do cargo envolvia ser o diretor de assuntos corporativos. Ele atuou como diretor oferecendo seu serviço à Carlton Communications por cerca de sete anos ímpares. Em sua candidatura ao Parlamento de Stafford, ele havia perdido no ano de 1997. Apesar da vitória, Cameron foi nomeado membro do Parlamento no distrito eleitoral de Oxfordshire em Witney.

Cameron enfrentou uma promoção dois anos após suas nomeações e, eventualmente, tornou-se responsável pela coordenação de políticas em 2005. Esse não foi o último de sua vitória no emprego. Ele foi novamente vitorioso nas eleições da liderança conservadora. Esta eleição ocorreu em 2005.




Menções Notáveis

David Cameron nasceu na realeza da Grã-Bretanha fazendo parte do legado de Rei Guilherme IV. O nascido em outubro, Cameron, se destacou tanto na academia quanto na carreira e, como tal, recebeu um alto padrão de educação. Cameron é conhecido por fazer do Partido Conservador Britânico uma plataforma contemporânea para os políticos. David Cameron conquistou os membros do partido com sua postura e elegância. Cameron fez tudo o que pôde para preparar seu partido para as eleições gerais de 2010.

Seu reinado se estendeu a ser eleito Primeiro Ministro no ano de 2010. Isso se seguiu à renúncia do célebre Primeiro Ministro, Gordon Brown. Em 2015, Cameron liderou o partido a uma vitória eleitoral há dois anos. Cameron ofereceu aos conservadores papéis significativos na Câmara dos Comuns.

Vida como Primeiro Ministro do Reino Unido

Sob o reinado de Cameron como primeiro-ministro, os conservadores receberam muitos assentos no parlamento. David Cameron como Primeiro Ministro, foi um grande negociador, pois conseguiu envolver os Democratas Liberais. Na tenra idade de 43 anos, Cameron era um dos primeiros ministros mais jovens a liderar a Grã-Bretanha.

Perda de cargo

David Cameron desistiu de seu papel de primeiro-ministro no ano passado. Este foi o resultado da votação da Grã-Bretanha para sair da União Europeia no que agora é conhecido como & ldquo;Brexi. & rdquo;

A decisão de Cameron de renunciar ao cargo foi marcada com tanta controvérsia quanto a decisão da Grã-Bretanha de ser independente da União Europeia. A licença de Cameron de seu cargo de primeiro-ministro foi, sem dúvida, emocional.

Família

David Cameron como seu pai, estabeleceu uma vida conjugal estável para si. Em 1996, ele deu um nó com a esposa Samantha Sheffield. Eles são pais orgulhosos de quatro filhos.

Apesar de uma vida familiar feliz, David Cameron perdeu o primogênito, que sofria de paralisia cerebral e epilepsia. Seu filho que lutou contra essas doenças morreu aos seis anos de idade.